Rochas Sedimentares

As rochas sedimentares formam-se à superfície a partir de rochas preexistentes, sendo as mais comuns à superfície da Terra. As rochas magmáticas e metamórficas, formadas a altas temperaturas e altas pressões, podem atingir a superfície da crosta, ficando em situação de ins­tabilidade e sujeitas às acções físicas e químicas exercidas pelo contacto com a atmosfera, hidrosfera e biosfera. Tais condições caracterizam o que se designa por ambiente sedimentar. Neste ambiente sofrem um ciclo de transformações, designado por sedimentogénese, que integra vários processos: erosão, transporte e deposição ou sedimentação.

A erosão é o resultado das acções dos agentes atmosféricos e/ou biológicos sobre as rochas que vão sendo desgastadas e desagregadas, dando origem a materiais que geralmente são trans­portados. A fonte primária de energia que garante este processo é o Sol, uma vez que a energia solar está na base do comportamento climático da Terra e, em especial, dos ventos, da precipi­tação atmosférica e das variações de temperatura que alteram as características das rochas (agentes de geodinâmica externa). Os seres vivos podem também estar envolvidos na erosão das rochas. É o caso de plantas que crescem nas suas fissuras, provocando a desagregação mecãnica e química das rochas.

Os materiais resultantes da alteração das rochas quase nunca ficam no seu local de origem. Geralmente sofrem transporte para outros locais pelos agentes de geodinâmica externa, como a água ou o vento.

A deposição ou sedimentação dos detritos ocorre quando o agente de transporte perde energia, acumulando-se os sedimentos por acção gravítica nas bacias oceânicas ou nas dunas arenosas, por exemplo. Esta acumulação gradual conduz à formação de camadas sucessivas de materiais que tendem a formar estratos distintos e bem delimitados.

Quando o processo é contínuo, os sedimentos vão ocupando posições cada vez mais pro­fundas e assim vão experimentando aumentos de pressão e de temperatura. Nestas condições, ocorre uma série de processos que transformam os sedimentos em rochas sedimentares conso­lidadas. O conjunto dessas transformações denomina-se diagénese.