Média para entrar em Engenharia Biomédica

A Engenharia Biomédica foca-se nos conceitos e técnicas da Engenharia, e análise/solução de problemas no âmbito da Biologia, da Medicina e da Saúde.

Os Engenheiros Biomédicos, no final do curso, devem-se encontrar aptos no desenvolvimento de materiais, processos, implantes, dispositivos, abordagens informáticas para o tratamento de doenças, reabilitação de pacientes e melhoria da saúde.

As saídas profissionais incluem: produção e teste de instrumentação médica e hospitalar, apoio à venda e utilização de material clínico, consultadoria na área da saúde, controlo de qualidade, calibração e análise de segurança de instrumentação médica e hospitalar, desenvolvimento de biomateriais, análise de apoio ao diagnóstico, engenharia clínica, análise de risco e segurança, e investigação e desenvolvimento em Engenharia Biomédica.

A média para entrar em Engenharia Biomédica situa-se nos 17 valores, mas como é óbvio muda de local para local. Abaixo apresenta-se uma lista de cursos de Engenharia Biomédica nas universidades em Portugal.