Média para entrar em Engenharia Alimentar

Em Engenharia Alimentar visa-se a preparação de alunos com uma enorme capacidade para conhecer e desenvolver as potencialidades da indústria alimentar, quer nas suas vertentes de produção e transformação, bem como no desenvolvimento e inovação de processos tecnológicos e de produtos.

Além disso, neste curso associa-se ainda uma formação nas áreas de gestão e marketing, de modo a facilitar a integração dos licenciados no mundo empresarial ou até possibilitar a criação da sua própria empresa.

Poderão trabalhar como empresários ou gestores de unidades agro-industriais, Técnicos de laboratório, directores da produção das unidades alimentares ou mesmo comerciantes de equipamentos e produtos alimentares. Tudo depende da posição a que sentir que é mais apto.

A média para entrar em Engenharia Alimentar situa-se nos 12 valores, mas como é óbvio muda de local para local. Abaixo apresenta-se uma lista de cursos de Engenharia Alimentar nas universidades em Portugal.

2800