Como Fazer Esquemas de Estudo

Sempre que começa a estudar, pode parecer demasiado conseguir acompanhar tanta matéria acumulada. Olha para os livros e nem sabe como orientar toda a informação perante si. Nestas alturas, preparar esquemas de estudo pode realmente facilitar a tarefa.

Um esquema de estudo consiste na ordenação gráfica da matéria a estudar, hierarquizando as principais ideias, estabelecendo pontes entre as ideias principais, secundárias e terciárias, e ainda ajudar na interiorização do tema de estudo como um todo.

Fazer um esquema de estudo pode ser bastante complicado. Para o tornar eficaz, deve essencialmente fazer uma leitura da matéria, sublinhar as melhores informações, identificar as ideias principais e secundárias, escolher as palavras-chave que ligam as informações esquema e selecionar o tipo de esquema a utilizar.

Existem vários tipos de esquemas de estudo, tais como chavetas, setas, retângulos, letras, pirâmides, mistos, numéricos, mapa de ideias/balões.

A informação geralmente decompõe-se da esquerda para a direita (ou de cima para baixo), partindo-se do tema principal para as divisões e subdivisões.

Após dividir a matéria em ideias principais, secundárias e terciárias, e de ter escolhido o tipo de esquema, deve colocar a informação resumida em papel, num esquema de estudo. Para isso, deve escolher palavras-chave ou frases curtas que contenham cada uma das ideias e estabelecer uma ligação entre todas as palavras-chave e frases. Pode utilizar setas, onde significam causa e efeito, ou mesmo uma inter-relação.

O esquema de estudo deve resumir toda a informação, hierarquizar as ideais e estabelecer a sua relação, ser de fácil interpretação e fiel à matéria.

Assim sendo, elaborar um esquema de estudo torna-se essencial para uma rápida e eficaz memorização da matéria a estudar, poupando-lhe imenso tempo a ler e reler frases sem fim nos seus livros. Isto é particularmente útil naqueles dias antes dos exames em que precisa de tempo e consistência de dados.